IPTU Timon
Destaques

Projeto do Judiciário de Timon tenta ampliar a relação das presidiárias com os filhos e afastar as crianças da criminalidade



Joedson Nunes - Arquiterura

  Foi apresentado e implantado em Timon na manhã desta quinta-feira (9) o projeto “Amparando Filhos”, que tem como objetivo principal ampliar as relações das presidiárias com seus filhos.

A apresentação do projeto aconteceu na sede da Fundação Cidadania, no bairro Parque União. Estiveram presentes o prefeito Luciano Leitoa, os juízes Simeão Pereira e Silva, José Elismar Marques, Susi Ponte, o promotor Francisco Fernando, a presidente da OAB de Timon, Fernanda Castro, o comandante do 11º Batalhão da PM, Coronel Schinneyder, as vereadoras Socorro Waquim e Cláudia Regina, dentre outras autoridades.

De iniciativa dos juízes da Vara da Infância e Juventude , Simeão Pereira,  da Vara de Execução Penal,José Elismar Marques a partir da experiência exitosa do mesmo Programa no Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, onde foi concebido, o projeto visa ao fortalecimento de vínculos entre mães presas e seus filhos, bem como o desencadeamento de medidas, pelo Sistema de Justiça e Rede de Atendimento, com vista à proteção dos direitos e garantias dessas crianças.

Focado nos princípios da proteção integral e da prioridade absoluta, o Amparando Filhos é uma ação preventiva da Vara da Infância, pois estudos de respeitados centros acadêmicos norte-americanos, como a Universidade de Princeton, apontam que é 500% a probabilidade de entrarem na delinquência infanto-juvenil crianças e adolescentes filhos de mães encarceradas, por três fatores: desestruturação do núcleo familiar, ausência da cuidadora primária e a estigmatização que sofrem.

Na apresentação do programa na manhã desta quinta (9), 16 detentas participaram da atividade onde elas puderam se encontrar com seus filhos, familiares e ouviram palestras, músicas e apresentações teatrais.

Você pode ler também!

Deixe um comentário



Barro Forte