Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Líder do governo na Câmara propôs paz na casa, porém legislativo continua improdutivo

Refletindo o sentimento de paz da Semana Santa, o líder do governo na Câmara Municipal, vereador José Carlos Assunção(PP na foto acima), resolveu na sessão de ontem, quarta-feira (28) , hastear a bandeira branca para tentar acabar com o acirramento dos debates iniciado em fevereiro após a suspensão da eleição para a mesa diretora da casa.

O tom do debate foi mantido pelo vereador Doutor Tuá(PMN), integrante do grupo G5, formado por Cláudia Regina, Raimundo da Ração, Cacá do Frigosá e Helber Guimarães, mas que foi autorizado e falou pelos demais vereadores da oposição .

 

Os vereadores da oposição ameaçaram entrar com ação no Ministério Público para cassar a atual mesa diretora, por ato de improbidade administrativa no caso da eleição da Câmara.

O presidente da Câmara, vereador Uilma Resenda(PDT), disse que estava com a consciência tranquila e que não tem nada a temer. “O Ministério Público apreciou preliminarmente e constatou que não houve dolo por parte da mesa diretora”, disse Uilma.

Depois de pedir aos colegas que assumam a bandeira da paz, a bandeira branca hasteada por ele – aproveitando o espírito da páscoa – o líder José Carlos Assunção recomendou aos membros da oposição que acabem com este acirramento e se dediquem mais aos assuntos que atendam os interesses da população. “Peço que priorizemos as matérias propositivas e deixemos os acirramentos para os  períodos eleitorais”, disse Zé Carlos, que emendou, ao seu estilo: “Aceno com a bandeira branca, mas também não abro, se for preciso”.

 

O presidente teve que encerar a sessão por falta de quórum, impedindo a votação de cerca de 10 projetos. É mais uma estratégia da oposição: esvaziar as sessões. E assim o legislativo segue mergulhado em brigas política e improdutivo.

(por Edmundo Moreira)

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael