Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Projeto para transformar escolas de Timon em serviço essencial não avançou

A prefeita de Timon Dinair Veloso manteve reunião hoje com  procurador do município, João Santos, o Secretário de Governo João Batista, os vereadores Pedro Augusto, Thiago Carvalho, Ulisses Waquim , Juarez Morais e duas empresárias donas de escolas particulares da cidade. A reunião foi para tratar do projeto do vereador Pedro Augusto que quer transformar as unidades escolares em serviços essenciais (reveja a matéria inicial sobre o assunto clicando aqui).

Durante as discussões ficou definido a inviabilidade do projeto para o momento, tendo em vista que se aprovado na Câmara e sancionado pela prefeita, poderia autorizar o funcionamento das escolas particulares neste período de pandemia.

De acordo com o procurador do município, João Santos, a inviabilidade do projeto se deve ao fato de que existe um decreto estadual fechando estes estabelecimentos e o decreto ou lei municipal jamais poderia flexibilizar o decreto do governo do estado.

Ficou entendido que o momento é para manter o fechamento das escolas para aulas presenciais e na próxima sexta-feira, dia 12, o Comitê de Combate ao novo coronavírus em Timon se reunirá para avaliar como se comportou a doença no município nesses dias de restrições ao funcionamento de estabelecimentos. O Comitê é que definirá se na próxima semana o governo municipal manterá o fechamento das escolas ou se promoverá a volta as aulas presenciais.

6 cometários

Francitânia
Comentou em 08/03/21

Tenho dito a algumas pessoas: abre as escolas (tanto públicas como particulares) quando as mesmas estiverem preparadas para receber os alunos com toda a segurança necessária pra todos os sujeitos envolvidos no processo ensino/aprendizagem. Inclusive e principalmente vacinados. Se voltarem as aulas presenciais, o primeiro aluno ou professor q chegar a falecer de COVID 19, infelizmente não será apontado outro culpado…ou será?

Yan Silva
Comentou em 08/03/21

O momento é prudência e sem dúvidas cuidados à saúde e a proteção a vida.

Sarah
Comentou em 09/03/21

As escolas particulares estão mantendo todos os cuidados possíveis! Volta as aulas já!

Francitânia
Comentou em 09/03/21

As particulares sim, mas as públicas apesar do recurso financeiro extra enviado via governo federal não estão ainda com os protocolos de segurança a contento pra garantir o início das aulas presenciais. Não podemos esquecer a questão da vacina, que ainda não contemplou nem os professores (q são em menos quantidade) quanto mais os alunos… é grave, como já foi dito antes, o momento é de prevenção!

Anonimo
Comentou em 09/03/21

Volta as aulas em instituições particulares ja!

SARAI
Comentou em 10/03/21

OS FILHOS DE MUITOS JÁ ESTÃO LA NAQUELA ESCOLA PARTICULAR DE TERESINA, ONDE ESTUDAM OS FILHO DO VICE E DE MUITO DAQUI, AQUI EM TIMON AS ESCOLAS PARTICULARES JÁ SE PREPARARAM E AS PÚBLICAS SÓ PRECISAM SE PREPARAR, MAS PRA QUE ELAS SE PREPAREM NÃO É PRECISO ESPERAR A PANDEMIA ACABAR, TEM QUE SER DE IMEDIATO, E NÃO HÁ DESCULPA POIS NÃO É NECESSÁRIO UM MEGA ESTRUTURA.
VOLTA AS AULAS NAS PARTICULARES JÁ E NAS PÚBLICAS O MAIS BREVE POSSÍVEL!
O PREJUÍZO PARA OS POBRE DAS PÚBLICAS SERÁ ENORME E POR ATOS DE PREFEITOS E GOVERNADORES, SEM SOMBRA DE DÚVIDA, E LEMBREM-SE TAMBÉM TEM CULPA DE PROFESSORES, DE ALGUNS CERTAMENTE. QUEM NÃO CONHECE ALGUÉM QUE ESTÁ RECEBENDO E ENCARANDO COMO FÉRIAS, QUE JÁ FORAM DUAS VEZES PARA A PRAIA, PARA O SEU SÍTIO, FESTINHAS DE ANIVERSÁRIO. MAS COMO SE DIZ SÓ PEGA NA ESCOLA!

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael