Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Ciro Gomes critica partidos de esquerda por faltarem à posse de Bolsonaro

“Uma infantilidade, mais uma aberração dessa burocracia corrompida do PT e é um desastre”, disse Ciro

O candidato derotado à Presidência da República, Ciro Gomes (PDT), criticou nesta terça-feira, 1º, a não participação dos partidos de esquerda como o PT, PCdoB e Psol na posse de Jair Bolsonaro (PSL). A declaração foi dada durante a posse do governador Camilo Santana (PT) para o segundo mandato no Ceará.

Ciro considera errada a atitude das siglas de esuqerda da posse de Bolsonaro. “É do rito democrático respeitar a vitória do eleito, guardar suas contradições para enfrentamento na oposição”, avalia. Para ele, isso pode repetir o gesto do senador Aécio Neves (PSDB), quando perdeu a eleição para Dilma Rousseff (PT) em 2014.
O pedetista critica o PT e ainda é mais enfático, argumentando que acha “uma infantilidade, mais uma aberração dessa burocracia corrompida do PT e é um desastre”. Ele acha também que o partido não vai fazer uma autocritica como o senador eleito Cid Gomes (PDT), pediu para o partido realizar.

Ele também comunicou que não vai comparecer na cerimônia do presidente Jair Bolsonaro (PSL) em Brasília, pois não foi convidado.

1 comentário

José Raimundo
Comentou em 02/01/19

Ciro tem seus direitos na crítica ao posicionamento das duas siglas no não comparecimento à solenidade de posse de Bolsonaro. Contudo mesmo tendo motivos pessoais,Ele também não tinha o direito de se abster de participar dos eventos do Segundo Turno das eleições presidenciais. O Brasil é maior do que qualquer Um.

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael