Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Acusado de matar a esposa a facadas no Piauí, mecânico se entrega a polícia

O mecânico Raimundo Neto Pereira, 32 anos, se entregou à Delegacia de Luís Correia (a 360 km de Teresina) na tarde de ontem (06). Ele confessou ter matado a esposa, a professora Selene Veras Roque, 28 anos, com 26 facadas no último sábado(03)  na casa do casal no povoado Brejinho, na zona rural da cidade.

De acordo com o delegado Maikon Kaestner, o suspeito confessou o crime e disse que não lembra do momento que desferiu as 26 facadas, mas que isso aconteceu depois de várias discussões durante o retorno para casa, onde a vítima havia novamente pedido a separação, alegando que não o amava mais. No entanto, o mecânico disse que não concordava.

Arquivo Pessoal


Selene e o marido, Raimundo Neto, que confessou ter matado a esposa

“O casal já havia se separado momentaneamente em outras oportunidades. No dia 3 de junho o acusado levou a vítima, pela manhã, até a pós-graduação e foi beber em um bar até que ela terminasse seu compromisso. Por volta do meio dia almoçaram na casa de parentes dela e no final da tarde retornaram para a casa no povoado Brejinho, em Luis Correia. No caminho continuaram discutindo e, já em casa, a vítima pediu a separação novamente alegando não amar mais o acusado, momento em que ele pegou uma faca na cozinha e desferiu os golpes”, descreveu o delegado em nota enviada à imprensa.

O suspeito disse ainda que quando percebeu o que havia feito saiu de casa “desorientado” e que no dia seguinte havia procurado um advogado para se entregar.

A Polícia Militar, comandada pelo Major Palhano, já havia localizado no domingo(04) o veículo utilizado na fuga, que foi encaminhado à perícia. Um cunhado e um amigo do mecânico que supostamente teriam ajudado na fuga também serão indiciados.

Raimundo Neto chegou à delegacia acompanhado do advogado, por volta das 15 horas. Ele prestou depoimento, em seguida o delegado Maikon Kaestner, titular de Luís Correia, apresentou o mandado de prisão preventiva que havia solicitado na segunda-feira(05) e deu cumprimento. O mecânico foi então transferido para a Penitenciária Mista de Parnaíba, onde está à disposição da justiça. O crime está elucidado e o delegado tem dez dias para concluir o inquérito.

“A Polícia Civil pede para que as mulheres não tenham medo de denunciar as agressões e façam valer os seus direitos resguardados pela Lei Maria da Penha (11.340)”, destacou o delegado Maikon.

Cidadeverde.com


Notice: Undefined variable: aria_req in /usr/local/lsws/wordpress/wp-content/themes/eliaslacerda/comments.php on line 64

Notice: Undefined variable: aria_req in /usr/local/lsws/wordpress/wp-content/themes/eliaslacerda/comments.php on line 69

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael