Secretaria de Segurança do Maranhão diz que não há provas de envolvimento do caseiro na morte dos pais do deputado Cléber Verde


Três pessoas, entre elas uma mulher e dois homens, estão foragidas da polícia suspeitas de participação no assassinato de Maria da Graça Cordeiro Mendes e Jesuíno Cordeiro Mendes, pais do deputado federal Cléber Verde, ocorrido nessa terça-feira (14) na fazenda do casal, no Povoado Nova Caxias, em Turiaçu. A Delegacia Regional de Pinheiro com apoio da Superintendência de Homicídios preside a investigação do caso.

De acordo com Jefferson Portela, Secretário de Segurança Pública do Maranhão (SSP), um homem, identificado como Fábio da Conceição, mais conhecido como “Fabinho”, foi morto em confronto com a polícia. Ele era suspeito de ser chefe do grupo organizado faccionado que invadiu a casa dos pais do deputado.

Ainda conforme as informações do secretário, os suspeitos foram à casa de Maria da Graça e Jesuíno Cordeiro em busca de uma arma. Ao chegar ao local da propriedade, uma fazenda, encontraram Jesuíno trabalhando em um reparo de uma cerca. Ele foi atingido por disparos de arma de fogo e também por golpes de arma branca.

Após o ocorrido, segundo Jefferson Portela, os suspeitos se encaminharam a residência em busca da arma e encontraram Maria da Graça na casa. Ela foi atingida por um objeto de madeira e também por golpes de arma branca.

Segundo as informações do secretário de Segurança Pública, assim que tomaram conhecimento dos crimes, equipes de peritos e policiais se deslocaram para Turiaçu. Conforme o Superintendente de Polícia Técnico Científica do Maranhão, perito criminal Miguel Alves, foram realizados exames tanto na residência dos mortos quanto no local onde Jesuíno foi encontrado.

Prisão
O secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, informou que durante as investigações sobre o assassinato dos pais do deputado Cléber Verde, uma pessoa foi presa e outra apreendida por porte de arma de fogo, estojo para depósito de drogas e suspeitos de tráfico de drogas. Ambos são suspeitos de participarem do grupo criminoso comandado por “Fabinho”, mas não têm ligação direta com os assassinatos.

Foi enfatizado pelo secretário que não existe qualquer indício de que o ex-caseiro da fazenda tenha ligação com o duplo homicídio. A informação da SSP é de que foi amigável o desligamento do caseiro com a propriedade.

Entenda o caso
Na manhã desta quarta-feira (15), o corpo do pai do deputado Cléber Verde (Republicanos), foi localizado no município de Turiaçu. Jesuíno Cordeiro Mendes estava desaparecido desde o assassinato de sua esposa, na tarde dessa terça-feira (14).

Conforme informações, o corpo do pai do parlamentar foi localizado atrás da fazenda da família. Ele apresentava marcas de dois tiros, um na cabeça e outro na região das costas.

A mãe do deputado Cléber Verde, Maria da Graça Cordeiro Mendes, de 70 anos, foi encontrada morta em sua fazenda, na Zona Rural de Turiaçu, na tarde dessa terça-feira (14). Segundo informações, ela teria sido vítima de arma branca e teria levado uma paulada na cabeça.

A propriedade foi isolada por policiais para investigações. O objetivo era evitar que o local de crime tivesse vestígios removidos, o que dificultaria os trabalhos para a elucidação do caso. Um carro que teria sido usado pelos envolvidos no crime foi apreendido pela polícia para perícia.

Policiais Civis, Militares e o Centro Tático Aéreo (CTA), se dirigiram ao local e fizeram uma varredura em toda a região para encontrar os suspeitos. As principais saídas da cidade no sentido a Governador Nunes Freire e Cândido Mendes foram fechadas.

 

De O Imparcial

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Barro Forte