Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Presa na Operação Pegadores, Rosângela Curado recebe nota de solidariedade do PDT

Mergulhada num dos piores momentos de sua vida. Odontóloga de formação, suplente de deputada federal, mulher que tentou ser prefeita de Imperatriz nas eleições do ano passado e era aposta de ser uma liderança estratégica do PDT na região tocantina, viu o mundo desabar sobre sua cabeça na semana passado quando foi presa pela polícia federal na operação Pegadores, que investiga corrupção na Secretaria Estadual da Saúde do Maranhão.

Conhecida como uma boa técnica na área de saúde, sendo inclusive contratada para prestar assessoria em diversas prefeituras do interior do Maranhão, Rosângela Curado chegou a ser secretária de saúde de Coelho Neto na gestão Soliney Silva e prestou assessoria para a Secretaria Municipal de Saúde de Timon.

Sua prisão junto com o ex-marido ainda está deixando muita gente chocada, especialmente porque sabe-se que a operação na verdade é fruto de desvios de recursos públicos que teriam sido iniciados e alcançado seu apogeu  na gestão do ex-secretário Ricardo Murad, que implantou o sistema de terceirização de serviços na saúde e foi acusado ao término do governo Roseana Sarney de ter provocado o rombo de mais de um bilhão de reais nas contas da saúde do estado. Isso dito pela Controladoria Geral da União e a própria Polícia Federal.

Ricardo Murad chegou inclusive a ser detido e levado para depor na sede da PF  em 2015.

Mas segundo as investigações da Polícia Federal,  o dinheiro desviado no esquema atual era administrado por empresas terceirizadas e foi parar no bolso de servidores públicos e funcionários fantasmas incluídos numa folha de pagamento com custo superior a 400 mil reais por mês, o que teria gerado cerca de 18 milhões de reais de prejuízo aos cofres públicos ( o governo Flávio Dino chegou a pedir os nomes, mas a polícia federal até agora, estranhamente, não deu).

Após ver vários dos presos serem soltos por determinação judicial, Rosângela nesta semana teve outra notícia ruim:o bloqueio de seus bens determinados pela justiça federal.

Esses dias só não foram piores porque, numa atitude corajosa, companheira,daqueles que não abandonam os companheiros nas horas difíceis,  o presidente do PDT do Maranhão, deputado federal Weverton Rocha,  soltou nota da direção do partido em solidariedade a companheira pelo momento difícil que enfrenta ela e sua família.

Na nota, Weverton Rocha defendeu as investigações, mas diz acreditar que a companheira provará sua inocência. Ele considerou excessiva a prorrogação da prisão de Rosângela decidida nesta semana pela justiça federal.

“Continuaremos prestando a ela o apoio que é marca da unidade do PDT e aguardaremos o melhor desfecho possível”, finalizou.

2 cometários

Fco Moura.
Comentou em 23/11/17

A conivência é clara….apoiar quem desvia recursos públicos ( dinheiro) é ser participe….que vergonha….ai o cara quer ser senador…uma lástima.

Miguelim
Comentou em 23/11/17

Weverton Rocha fez isso? Não acredito! Meu amigo, ela não morreu, não. Ladrão, se assim for condenada, deve ser preso. Ora, ora. Nota de solidariedade nessa hora não cabe. Estou com Fco Moura, realmente, o cara pisou na bola. Isso é conivência, se ele quiser se solidarizar, que fale por si e não pelo partido. Seu Chico, dura nele, seu Chico.


Notice: Undefined variable: aria_req in /usr/local/lsws/wordpress/wp-content/themes/eliaslacerda/comments.php on line 35

Notice: Undefined variable: aria_req in /usr/local/lsws/wordpress/wp-content/themes/eliaslacerda/comments.php on line 40

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael