Hotel Parnaíba
Destaques

Renan rejeita decisão de Waldir e impeachment segue no Senado



Governo do Estado do Maranhão

renamO presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL), rejeitou a decisão do presidente interino da Câmara Federal, deputado Waldir Maranhão (PP-MA), que decidiu anular o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT).

Renan chegou a Brasília no início da tarde, e permaneceu na residência oficial da Presidência do Senado até as 16 horas, quando seguiu de carro até o Congresso Nacional.

Calheiros começou a ler sua decisão por volta das 16h45. Ele afirmou que o Senado Federal já está apreciando o processo de impeachment há várias semanas, já tendo, inclusive, sido apreciado pela comissão especial criada na Casa para analisar a matéria.

O peemedebista afirmou ainda que a decisão do presidente em exercício da Câmara é “absolutamente intempestiva” e a classificou como uma “brincadeira com a democracia”.

Renan disse que nenhuma decisão monocrática pode sobrepujar uma decisão colegiada, e, por fim, decidiu não conhecer o ofício da Câmara que anularia o processo de impeachment.

Partidos vão pedir cassação de Waldir

Horas após Waldir Maranhão ter anunciado sua decisão de anular o processo de impeachment, uma frente de partidos formada pelo Democratas, PSDB e PPS anunciou que vai pedir a cassação do mandato do presidente interino, alegando que ele desrespeitou uma decisão soberana do plenário da Câmara Federal, que no dia 17 de abril decidiu aceitar o pedido de impeachment de Dilma Rousseff, por 367 votos a favor e apenas 137 contrários.

Você pode ler também!

Deixe um comentário



Barro Forte