Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Assista: Polícia já identificou jovem que jogou cãozinho dentro de saco em rua de Teresina; O animal morreu

O filhote de cachorro arremessado e abandonado dentro de um saco na sexta-feira (03), no bairro Itaperu,  em Teresina (veja no vídeo acima) , não resistiu e faleceu nesse último sábado (04). A informação foi divulgada pela Associação de Proteção Animal Lar do Nando, que havia resgatado o animal (reveja o caso clicando aqui).

Apelidado como Davi pelos responsáveis da Associação, os cuidadores relataram que além das escoriações na face e próximo ao ânus, o cãozinho também apresentava três doenças do carrapato e cinomose.

Ainda de acordo com o Lar do Nando, o corpo do filhote foi encaminhado ao Centro de Zoonoses de Teresina juntamente com o laudo  da médica veterinária que atendeu o animal e o resultados dos exames.

A ação do abandono foi registrada por câmeras de segurança do local. O titular da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), delegado Emir Maia informou que deverá pedir a prisão preventiva do suspeito e coletar o depoimento do protetor de animais que socorreu o cão.

“O suspeito foi identificado e o pai ficou de apresentá-lo na delegacia. Como ele não veio, vamos pedir a prisão preventiva do suspeito. Hoje vamos ouvir o protetor que socorreu o cão”, explica o delegador Emir Maia.

Abandonar é crime

Abandonar ou maltratar animais é crime previsto pela Lei Federal nº 9.605/98. Vale lembrar que uma nova legislação, a Lei Federal nº 14.064/20, sancionada em setembro, aumentou a pena de detenção que era de até um ano para até cinco anos para quem cometer este crime. Além disso, o rito processual passa à vara criminal, não mais ao juizado especial.

 

Do cidadeverde.com

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael