Membros de facção invadem casa e atiram em irmãos no Centro Operário, em Timon

Membros de uma facção criminosa invadiram uma casa e atiraram contra dois irmãos na madrugada deste domingo, 28, em Timon.

O fato aconteceu por volta da meia noite e dez minutos, na rua 60, no bairro Centro Operário.

De acordo com informações colhidas junto a polícia militar, indivíduos armados teriam disparado contra desafetos dentro da residência dos mesmos e fugido logo em seguida.

A polícia militar foi acionada e de pronto chegou ao local, encontrando um dos irmãos morto e o outro ferido.

Uma ambulância do Samu e o IML foram chamados para o local.

O irmão que ficou ferido foi levado para a UPA de Timon.

Informações preliminares dão conta que o ataque é resultado da guerra envolvendo as facções Bonde dos 40 e PCC que disputam territórios na cidade.  Dias atrás, a facção que atacou nesta madrugada também teve membros de seu grupo atacados. Os disparos contra os irmãos seria uma retaliação.

 

4 cometários

Torres
Comentou em 28/06/20

Esse ano o covid-38 já matou mais do que o covid-19 em Timon.

José Wilson
Comentou em 28/06/20

Eles mesmos se destruindo trabalho a menos para polícia !

CLEUTON LIMA MIRANDA
Comentou em 28/06/20

Meus amigos e amigas, a disputa entre faccoes em capitais, como Sao Luis, a nossa capital, tomou dimensoes alarmantes. Tem bairros em Sao Luis totalmente dominados por faccoes. Comecou assim? Nao! Provavelmente como esta em Timon ja ha ha al tempo. Combater crime organizado e milicias requer muito servico de inteligencia, colaboracoes em varias esferas, servico de denuncias seguro e anonimo, educacao, politicas de combate a exclusao social, a miseria, esporte, empregos e por ai vai. Miremos no exemplo de Medellin na Colombia. Agora o que se ve em Timon sao as faccoes citadas ganhando espaco, tomando ja alguns territorios e no meio dessa disputa, dessa troca de balas que esta esta ocor ate no parque piaui 1, perto da garagem 2 irmaos, nao n so nos bairros mais perifericos oi nas ocupacoes… No meio de tudo tem nossa populacao: criancas, idosos, trabalhadores. A bala nao vai escolher em quem acertar. Inclusive pode atravessar parede e matar dentro de casa. Na minha opiniao a gestao atual, de oito anos, ainda nao naz a articulacao adequada pra combater essa mazela, desgraca de Timon, amtes que seja tarde demais. Por fim, essas faccoes tem ramificacoes muitas na estrutura da sociedade, alcancando atraves do dinheiro sujo politico, empresario e profissionais ou pessoas de elevaco status social. Os tentaculos sao enormes. E nossos jovens? So o batalhao de Timon, so o trabalho da policia po di, por mais importante que seja, e e mui importante, nao resolvera. Por isso tem se intensificado ai em Timon. Falta sensibilidade e mesmo abordagem adequada para combater.

paulo b.
Comentou em 29/06/20

rapaz , apolicia no tem nenhum plano pra acabar cons essas facções..

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Barro Forte