Hotel Parnaíba
Saúde

Reunião discute vacinação antirrábica para este sábado (10)




Promovida pela Secretaria Municipal de Saúde (SEMS), a campanha de vacinação antirrábica pretende imunizar 100% do público alvo, atualmente estimado em 52 mil animais entre cães e gatos. Serão mais de 52 postos de imunização distribuídos por toda a cidade, das 8h às 17h, incluindo Unidade de Vigilância em Zoonozes (UVZ), localizada no bairro Parque Piauí, Rua 16 (entre a 90 e 100).

 

4 copy

Acima o Secretário Municipal de Saúde, Márcio Sá (camisa branca) durante reunião com equipe para a campanha de vacinação antirrábica

O secretário municipal de Saúde, Marcio Sá, esteve reunido com o diretor da Unidade de Vigilância em Zoonozes, Coordenação de Vigilância Epidemiológica e Endemias, presidentes dos sindicatos de Endemias e Agente de Comunitário de Saúde, para tratar sobre o Dia D da campanha de vacinação antirrábica para cães e gatos, que será realizado no próximo sábado, 10 de novembro.

O proprietário deve levar o cartão de imunização do animal, mas aqueles que não possuírem o cartão também receberão o comprovante de vacinação. Caso seja a primeira vez que o animal será vacinado, o proprietário deve ficar em alerta para a segunda dose, que deve ser realizada após 30 dias.

A raiva animal

A raiva animal é uma doença causada por um vírus. Ela ataca diversos animais, e também o homem. Quase 100% das pessoas que adquirem a doença chegam ao óbito. Os cães, gatos e o morcegos são os principais transmissores da raiva em áreas urbanas.

O animal raivoso apresenta mudança de comportamento, no apetite, esconde-se em locais mais escuros, tenta beber água sem conseguir engolir, procura fugir de onde está preso e morde tudo o que vê pela frente (objetos, animais e pessoas).

Quando uma pessoa é agredida por um animal, a exemplo do cão, gato, morcego ou sagüi a recomendação é não matar o animal e pedir orientação à um especialista da UVZ.

Da assessoria

Você pode ler também!

Deixe um comentário



Barro Forte