Bandidos tocam o terror em avenida de Timon e nem policial escapa

Tem uma avenida em Timon que transitar por ela virou sinônimo de perigo e seu território público transformou-se em área dominada pelos marginais que atacam populares desavisados que andam pelo local sem saber nos mais diferentes horários  do dia e da noite. Na via, até mesmo policial militar já foi vítima das ações da bandidagem.

A avenida é a Parnarama, via em terra de chão batido, aberta pela gestão atual do prefeito Luciano Leitoa e que faz a ligação da BR 226 com diversos bairros da cidade como Parque Alvorada, Vila Bandeirantes, Cidade Nova e Pedro Patrício.

Na via são dezenas de pessoas já foram vítimas da ação de marginais e ladrões. Uma das últimas que se tem notícia foi o marceneiro Francisco de Assis de Araújo Campos, de 55 anos. Poucos dias atrás ele foi atacado por dois ladrões acompanhados de uma mulher quando passava naquela avenida nas imediações do residencial João Emílio Falcão. Além de lhes roubar a moto e pertences, o marceneiro ainda foi atacado com um facão.Os ladrões lhe deram um corte profundo no braço direito que pegou 25 pontos. A vítima,  graças a saúde pública de Timon e Teresina, conseguiu escapar mesmo sendo diabético.

Os ataques as pessoas acontecem principalmente nas imediações da avenida próximos ao bairro Cidade Nova, considerado o bairro mais violento de Timon.O histórico de violência na avenida já remonta há algum tempo e até mesmo policiais treinados tem sido vítimas dos marginais naquela via. No dia 18 de fevereiro do ano passado, por volta das 10 e meia da manhã, quando trafegava de moto pela avenida Parnarama em Timon  no sentido Parque Alvorada para o bairro Mutirão; o subtenente PM Francisco Geovane Clímaco (na foto acima), do 11º BPM local, foi dominado, agredido e teve sua pistola arrancada de sua cintura por ladrões marginais.

O principal acusado do crime, Tatilo Felipe da Rocha Silva- o “Tati”, foi preso em Teresina alguns dias depois, mas a arma do policial não foi recuperada.

Em virtude dos inúmeros casos de violência na avenida, a via tem sido evitada por muita gente. No local só transitam pessoas que não conhecem o perigo que ela representa e assim, os marginais estão dominando seu território.

Moradores da região cobram um trabalho mais intensificado da polícia na região como forma de combater as ações dos marginais…

1 comentário

Tiuba
Comentou em 24/06/18

Em Timon tem polícia?
Não sei dizer, não a vejo…

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
TekyNik