Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Aegea , que controla Águas de Timon e Águas de Teresina, foi destaque no I Fórum BNB de cidades médias

Iniciativa privada no saneamento de Timon e Teresina contribui para desenvolvimento

No I Fórum BNB G20 + 20 de cidades médias, evento realizado pelo Banco do Nordeste, voltado aos 40 maiores municípios com mais de 100 mil habitantes, a parceria entre agentes públicos e privados e os avanços em saneamento foram debatidos em evento realizado em Fortaleza (CE). A Aegea foi representada pelo diretor Renato Medicis, que destacou a universalização do abastecimento de água no município maranhense de Timon, bem como os investimentos realizados pelo grupo em Teresina, no Piauí.

O evento contou com a participação de especialistas e representantes de grandes organizações para discutir e fomentar o desenvolvimento das cidades médias. O tema de Saneamento foi debatido na mesa formada por Thadeu Abicalil, Especialista em água e Saneamento do Banco Mundial; Werner Klinger, Gerente de Projetos de Energia e Setor Financeiro do KFW Bankengruppe e Camila Sumie Mathias, Gerente do Departamento de Gestão Pública do BNDES.

O município de Timon é modelo em avanços no saneamento básico com a concessão dos serviços à Águas de Timon (Grupo Aegea), pois já conta com 100% de acesso à água tratada – marco atingido no primeiro ano da empresa no município.

Isso significa que todos os imóveis regularizados da zona urbana são devidamente abastecidos com água de qualidade e trazem resultados que impactam na qualidade de vida e bem-estar das famílias, empresas e empreendedores da região.

As obras de coleta e tratamento de esgoto começarão em breve e vão garantir mais saúde e valorização imobiliária. A cobertura da rede de esgotamento sanitário sairá de 0 para 100%, em 10 anos.

Teresina é a segunda cidade do Nordeste e a 48ª do país a contar com o know how dos serviços prestados pelas concessionárias da Aegea Saneamento. Ao longo do contrato de concessão, com duração de 30 anos, a Águas de Teresina vai investir R$ 1,7 bilhão, sendo R$ 650 milhões já nos primeiros cinco anos.

“O setor privado pode contribuir com gestão, capacidade financeira, eficiência, tecnologia e responsabilidade social. Nós acreditamos que a universalização do saneamento passa pela colaboração entre os setores público e privado.  Nos últimos cinco anos captamos em torno de 3 bilhões de reais para investimentos em infraestrutura nas concessionárias da Aegea, aliando know how e capital social. A Aegea tem pilares de licença social, cuja principal linha é o saneamento, além do desenvolvimento, ligado à educação e geração de renda”, pontuou Medicis.

“Fórum BNB G20 + 20 de cidades médias é um evento de inclusão. Reunimos as 40 maiores cidades do Nordeste, com a ideia de apoiar as cidades médias, uma lógica, uma teoria econômica de desenvolvimento aos polos regionais. Apoiar o G20 +20 é apoiar todos os municípios que compõem a região Nordeste”, afirmou o presidente do BNB, Marcos Costa Holanda.

Promover o diálogo permanente entre o Banco do Nordeste, a iniciativa privada e prefeitos das 40 cidades médias mais dinâmicas das regiões Nordeste e Norte dos estados de Minas Gerais e do Espírito Santo é a ideia do Fórum BNB de Cidades Médias G20+20. A programação segue até sexta-feira (24) com Feira de Negócios.

(Da assessoria)

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael